Valor agregado (earned value) no MS Project

Valor agregado é uma técnica para medir objetivamente o desempenho do seu projeto, comparando o planejado e realizado dos custos, tempo e o valor agregado do projeto.

Entretanto, o objetivo deste artigo não é iniciar o leitor nos conceitos da técnica, mas sim demonstrar um guia passo-a-passo para que você possa fazer o acompanhamento do indicador de custo (CPI) utilizando o MS Project e atribuindo manualmente o andamento das atividades do projeto com recursos do tipo Trabalho.

1. Linha de base gerada, IDC zerado (projeto sem andamento)

Baseline Gerada
Baseline Gerada

Se você não é iniciado no Project e quer gerar a linha de base (ou apenas ganhar tempo):

2. Simulando o andamento do projeto pelos recursos.

Uma das formas de preencher o andamento do projeto pelos recursos, é a partir da visualização “Uso da Tarefa”, acessível através da aba “Exibição” e clicando no botão “Uso da Tarefa”:

Uso da Tarefa
Uso da Tarefa

Na visualização acima, vemos na tabela a direita as linhas de Trabalho (previsto) para cada atividade e recurso do projeto. Para realizarmos o andamento, clique com o botão direito na área direita, e seleciona a opção para incluir a linha “Trabalho Real”:

Incluir linha Trabalho real.
Incluir linha Trabalho real.

A partir de agora, para cada recurso na tarefa você terá duas linhas na área direita do Project, uma representando o Trabalho previsto pelo Project, e a segunda o trabalho real. É nesta linha, trabalho real, onde você deverá preencher o andamento conforme a realidade do projeto. Para haver impacto no indicador de custo, vamos preencher a “Atividade 1″ com três dias de execução com 8h, conforme abaixo:

Preenchendo o trabalho.
Preenchendo o trabalho.

Note que, devido à predecessão configurada para as tarefas, o próprio project já se encarregou de “empurrar” as atividades dependentes pra frente.

A partir deste momento, com andamento no projeto, nosso indicador já pode ser aferido. Volte para o Gráfico de Gantt, e o seu IDC já deve ter sido alterado para 0,67. Caso contrário, verifique a Data do Status, na aba “Projeto”. Certifique-se que a data de status é pelo menos 1 dia maior que a última data lançada, para que o Project possa calcular o indicador corretamente:

Data do Status
Data do Status

3. Encerrando tarefas com esforço real menor que o previsto

Quando definirmos que o Trabalho Real for maior ou igual ao previsto, o Project automaticamente irá marcar a tarefa com percentual 100% concluído. Entretanto, se o trabalho real for menor que o previsto, você precisará definir isso adequadamente para aferição do indicador.

No nosso exemplo, vamos supor que a “Atividade 2″, com previsão de trabalho de 32h, tenha consumido 24h. Deste modo, atribuímos o andamento na visão “Uso da Tarefa”. Adicione, na área esquerda do Project a coluna “Trabalho Restante”, que para esta tarefa deverá estar marcada com 8h (32 previsto – 24 realizado).

Para que a tarefa seja definida como concluída, preencha a tarefa zerando a coluna “Trabalho Restante”.

Trabalho realizado menor que previsto.
Trabalho realizado menor que previsto.

Voltando para o Gráfico de Gantt, poderemos ver o IDC já atualizado da Tarefa e a consolidação do projeto (novamente, caso não esteja vendo, verifique a “Data do Status”):

IDC das Atividades 1 e 2
IDC das Atividades 1 e 2

Espero ter ajudado e, em caso de dúvidas ou sugestões, use a caixa de comentários.

Related Posts:

Read More